FAQ

 

O que faz um arquitecto?

Um arquitecto, entre outras actividades, elabora estudos e projectos relacionados com as edificações, procurando de forma criativa as soluções mais adequadas às necessidades que lhe são comunicadas.

O arquitecto trabalha, assim, no sentido de lhe proporcionar uma maior qualidade de vida. Ajuda-o a tomar decisões, explorando todos os cenários possíveis, encontrando consigo a solução que melhor se adapta às suas necessidades.

O arquitecto é o único profissional habilitado para fazer projectos de arquitectura. Ajuda-o a rentabilizar e optimizar o seu investimento. Um edifício bem concebido e energeticamente eficiente significa poupança nos custos de construção e manutenção.

Quer opte por construir um edifício ou um conjunto de edifícios, construir a sua casa, remodelar ou reabilitar edifícios existentes, expandir o seu escritório ou simplesmente adaptar uma pequena estrutura existente, tenha a certeza que a participação de um arquitecto constituirá sempre uma mais valia para a obtenção de um resultado que o satisfaça, mas também será sempre uma mais valia na valorização do seu investimento, do seu imóvel / património.  Cada vez mais se associa a valorização patrimonial a uma perspectiva de inovação, estética e técnica.

Lembre-se que, quanto mais cedo o arquitecto for envolvido no processo, maior será a sua capacidade de actuação.

Além disso, o arquitecto tem também o dever de garantir a conformidade da intervenção a realizar com a legislação aplicável, tendo mesmo na generalidade das situações de apresentar um termo de responsabilidade acompanhando os projectos por si elaborados, no qual ele assume todas as responsabilidades legais e regulamentares aplicáveis, designadamente, as normas técnicas gerais e específicas de construção, os instrumentos de gestão territorial, o alvará de loteamento ou a informação prévia, quando aplicáveis.

 

Todas as obras precisam de licença camarária?

Não. Dependendo do tipo de intervenção, pode não necessitar de licenciamento. A lei define algumas situações que estão isentas de licenciamento.

Contudo, tal não significa que se deva dispensar a intervenção de um arquitecto nessas situações.

 

Existem outras funções que o arquitecto possa ter em obra para além da assistência técnica?

Sim. O Arquitecto poderá exercer as funções de director de obra e director de fiscalização de obra.
Assumindo o 1º a função de dirigir a execução dos trabalhos, assegurar a correcta realização da obra e a conformidade da mesma em cumprimento das normas legais e regulamentares aplicáveis. E o 2º. assumindo a função de assegurar a verificação da execução da obra em conformidade com o projecto de execução e ainda desempenhar as funções que venham previstas na lei ou que lhe sejam incumbidas pelo dono de obra, conquanto as mesmas não substituam as funções próprias do director de obra.
Estas duas funções são diferentes das exercidas pelo autor do projecto e portanto deverão estar sujeitas a outra contratualização e a honorários distintos da remuneração equivalente à fase de projecto.

 

Um engenheiro ou um empreiteiro substituem um arquitecto?

Não, nem um engenheiro, nem um empreiteiro, substituem um arquitecto.

Os empreiteiros constroem o que foi projectado pelo arquitecto. Os engenheiros trabalham conjuntamente com o arquitecto nas várias especialidades, tornando possível a execução global do projecto para a construção.